família e escola

Para proporcionar a melhor experiência educacional aos alunos, família e escola precisam trabalhar em conjunto. Porque, quando não há interação entre as partes, torna-se difícil implementar um projeto pedagógico que seja realmente efetivo. Tanto a família quanto a escola precisam traçar metas simultâneas e compartilhar princípios semelhantes para conseguirem trilhar um caminho de sucesso.

Essa atitude de parceria proporcionará mais segurança e qualidade na aprendizagem dos alunos, fazendo com que eles se tornem bons cidadãos, capazes de enfrentar os desafios da sociedade. Mas, apesar de ser importante, não é uma tarefa fácil, porque algumas questões precisam ser trabalhadas. A seguir, explicaremos melhor sobre a importância de promover essa união e como uma escola pode fazer isso.

Por que é importante família e escola andarem juntas?

Muitos educadores têm dificuldade de lidar com os conflitos dos alunos, porque não entendem o que acontece em suas vidas fora da escola. De igual modo, muitos pais não conseguem contribuir para a educação dos filhos, porque não compreendem o que se passa no ambiente escolar. Por conta disso, é importante revelar os benefícios que a parceria entre família e escola proporciona, para que todos possam se empenhar nessa tarefa. Vejamos a seguir.

Mantém as responsabilidades alinhadas

Em algumas escolas, há certa discordância entre pais e professores quanto às responsabilidades no processo educacional. As escolas cobram o empenho das famílias que, por sua vez, cobram as escolas pelo baixo desempenho dos alunos. Por isso, é importante que os responsáveis façam parte do processo pedagógico, compreendendo como as atividades são desenvolvidas, para que ambos reconheçam seus deveres e se empenhem em cumpri-los.

Minimiza o impacto dos conflitos

Quando família e escola decidem trabalhar em conjunto, a comunicação flui com mais facilidade, criando um trabalho consistente antes dos problemas surgirem. Isso é fundamental, porque, além de resolver os conflitos existentes, diminui o impacto dos problemas que ainda poderão ocorrer.

Agrega valor às famílias

As famílias podem sentir certo desconforto se a escola as chamarem apenas para falar sobre o comportamento dos filhos. Desse modo, é essencial que o colégio estabeleça um vínculo de parceria com os responsáveis, de forma que ambos discutam não apenas sobre resultados e comportamento, mas também outras ideias que possam agregar valor à família.

Gera valor para a sociedade

A educação é algo que se estende por toda a vida. Por isso, uma escola que trabalha em parceria com as famílias, forma cidadãos capacitados não apenas com conhecimento, mas com habilidades socioemocionais para enfrentar os desafios e, assim, contribuir no desenvolvimento da sociedade.

Melhora os resultados dos alunos

Com metas e responsabilidades alinhadas, tanto a família quanto a escola estarão mais dispostas a ajudar os alunos, seja no ambiente escolar, familiar ou social. A consequência disso é que o rendimento deles aumentará, porque agora têm a família e a escola se empenhando a favor da sua educação. Isso os deixarão mais engajados com as atividades escolares.

Como promover a parceria entre família e escola?

Para que família e escola possam trabalhar juntas, é preciso planejar algumas estratégias e adotar novas práticas no tratamento dos alunos e familiares, com o intuito de permitir que todos entendam a importância dessa parceria. Vejamos a seguir algumas medidas que podem ajudar.

Convidar a família para o espaço escolar

É preciso agendar eventos além das reuniões comuns, permitindo que os responsáveis possam se familiarizar mais com o ambiente escolar e entender o que se passa ali. Marcar encontros em horários acessíveis, promover festividades e outras comemorações podem ser interessantes para eles.

Apresentar os colaboradores da escola

Além disso, o colégio precisa apresentar os gestores, educadores e demais colaboradores às famílias. Para que elas tenham ciência da qualidade dos profissionais que serão responsáveis por contribuir com o desenvolvimento dos seus filhos. Dessa forma, as famílias terão mais respeito e admiração pela escola.

Revelar o plano pedagógico às famílias

Ao revelar o plano de ensino aos responsáveis, eles estarão cientes da qualidade dos conteúdos e daquilo que o colégio deseja proporcionar aos alunos. Com isso, a família saberá o que os alunos vão aprender e as habilidades que desenvolverão.

Incentivar os responsáveis a opinar sobre os processos

A família também precisa ser escutada, para que o colégio entenda o contexto em que o aluno está inserido e descubra como ajudar melhor. Tanto educadores quanto gestores precisam ouvir a família e utilizar as informações objetivando dar mais sentido à educação dos alunos. Com um diálogo mais aberto, o ambiente escolar se torna mais acolhedor e adequado à realidade da comunidade.

Desenvolver atividades culturais e esportivas

Atividades de lazer e descontração estimulam o interesse das crianças e adolescentes. Sendo assim, a escola precisa aproveitar essas oportunidades para se aproximar dos alunos e da família. Isso fará com que ambos deixem de olhar a escola como um ambiente tenso e sem alegria, passando a considerar o colégio como um lugar mais prazeroso.

Utilizar ferramentas digitais para integrar a família

Nem sempre os responsáveis podem estar presentes em reuniões e acompanhar o trabalho escolar de perto. Por isso, é necessário permitir que eles tenham acesso ao desempenho dos alunos, eventos e notícias da escola por meio da internet. Assim, a família estará ciente do que está acontecendo.

Desenvolver atividades para casa

Além de eventos escolares, é preciso promover atividades que permitam a participação da família em casa também, porque a educação não se restringe aos muros da escola. Para isso, o colégio pode incentivar atividades como: leituras, pesquisas, atividades extracurriculares, questionários e outras tarefas.

Promover projetos sociais

Ao desenvolver projetos sociais, além de estreitar os laços com familiares e alunos, a escola mostrará que se preocupa com a comunidade local. Isso permite que os alunos coloquem seus conhecimentos em prática, gerando valor para a sociedade.

Incentivar a família a compartilhar conhecimento

O colégio pode permitir que os pais compartilhem seus conhecimentos com os alunos por meio de palestras. Como a família já está inserida no mercado de trabalho, compartilhar suas experiências com os demais alunos enriquecerá o pensamento crítico e criativo desses jovens. E essa atitude pode deixar as famílias mais motivadas a contribuir com a educação, porque se sentirão úteis no processo.

A cooperação e o envolvimento das famílias fazem uma grande diferença em como as crianças e adolescentes se desenvolvem, por isso é primordial estreitar os laços entre família e escola. Mas, para desenvolver essas ideias, é fundamental investir na construção de uma relação sólida entre os envolvidos. E tudo isso vai favorecer a educação, engajando os membros da comunidade na aprendizagem e trazendo resultados mais significativos.

O que achou dessas ideias? Compartilhe nas redes sociais para que mais educadores possam se aproximar das famílias de seus alunos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This