6 grandes nomes da educação e suas contribuições até os dias de hoje

6 grandes nomes da educação e suas contribuições até os dias de hoje
6 minutos para ler

Ao longo dos séculos, a educação se transformou até chegar no que conhecemos hoje. Porém, isso aconteceu, em parte, graças a pessoas que dedicaram suas vidas a atuar e melhorar o ensino, desenvolvendo teorias, metodologias e técnicas. Elas são os grandes nomes da educação dos séculos XX e XXI e, por isso, é interessante conhecê-las.

No post a seguir, saiba por que ter esse conhecimento pode ajudar no seu trabalho na escola. Veja também 6 dos grandes nomes e suas contribuições para o ensino. Boa leitura!

A importância de conhecer os grandes nomes da educação

Educar nunca foi uma tarefa fácil. Afinal, a missão de transmitir conhecimentos, manter o interesse dos alunos e incentivar que estudem para desenvolver a sua formação leva anos. Além disso, de tempos em tempos a sociedade se transforma, o que também muda a vida na escola.

Ao longo dos séculos XX e XXI, houve educadores que, ao analisarem o ensino dentro de seu contexto de vida, refletiram sobre as mudanças que poderiam ocorrer e as puseram em prática. Atualmente, são conhecidos como grandes nomes da educação, e suas práticas são adaptadas e aplicadas até hoje.

Sendo assim, é importante conhecer seus trabalhos. Afinal, mesmo em uma sociedade distante, de anos atrás, eles refletiram sobre esse grande desafio de ensinar e propuseram soluções que, até hoje, podem ser úteis para os mesmos tipos de problemas que continuam nas escolas.

Os 6 grandes nomes da educação dos séculos XX e XXI

Existe um grande número de pessoas que contribuíram para a educação ao longo dos séculos. A seguir, conheça 6 grandes nomes da educação e seus feitos.

1. Paulo Freire

Conhecido mundialmente e considerado o “Patrono da Educação Brasileira”, Paulo Freire nasceu em 1921 e faleceu em 1997. Influenciado por pensadores como Karl Marx e Mao Tse-Tung, ele se formou em Direito, lecionou em uma escola de segundo grau e foi escritor.

Dentre suas contribuições, estão a defesa de que:

  • o ensino deve se dar com base nas necessidades diárias reais;
  • não existe hierarquia entre alunos e professores e seu relacionamento deve ser pautado no diálogo;
  • a alfabetização pode se dar a partir do universo do aluno, tendo desenvolvido o método de alfabetização por meio da catalogação de palavras-chave.

2. Darcy Ribeiro

Nascido em 1922 e falecido em 1997, Darcy Ribeiro foi um antropólogo e pensador da educação. Tendo sido Ministro da Educação e Chefe da Casa Civil na década de 1960, defendia o desenvolvimento do ensino integral.

Exilado na ditadura, retornou ao país e aplicou no Rio de Janeiro, no governo de Leonel Brizola, os Centros Integrados de Ensino Público. Outra grande contribuição foi a criação da Universidade Estadual do Norte Fluminense, que defendia um ensino interdisciplinar.

6 grandes nomes da educação e suas contribuições até os dias de hoje

3. Jean Piaget

Tendo vivido entre 1896 e 1980, Jean Piaget foi um biólogo, psicólogo e epistemólogo suíço. Estudando a construção do conhecimento, suas maiores contribuições para a educação foram suas pesquisas em como a criança constrói seu conhecimento, da infância à adolescência, por meio de um processo que envolve vários fatores como:

  • aspectos cognitivos;
  • morais;
  • sociais;
  • culturais;
  • afetivos;
  • linguísticos.

4. José Pacheco

Nascido em 1951, José Pacheco, educador e pedagogista português, é atualmente um dos maiores nomes da educação no século XXI. Tendo sido professor do ensino primário e universitário, defende a humanização do indivíduo e a quebra do sistema tradicional de ensino.

Por isso, é conhecido por ter criado a Escola da Ponte, na cidade do Porto em 1976, na qual não existe divisão de séries ou sistemas de avaliação, pois os alunos são guiados a aprender conforme suas áreas de interesse e orientados por um tutor, que os ajuda a planejar seu próprio cronograma de ensino.

5. Maria Montessori

Maria Montessori nasceu na Itália, em 1870, e faleceu na Holanda, em 1952. Tendo sido uma das primeiras mulheres a ser médica em seu país, foi impossibilitada de exercer a profissão dada à época, por isso, dedicou-se a trabalhar com crianças especiais. Posteriormente, criou a Casa dei Bambini, um espaço educacional para crianças.

Tendo sido escritora e desenvolvedora do Método Montessori de educação, suas maiores contribuições foram:

  • o incentivo ao aprendizado pautado em liberdade e disciplina;
  • o aprendizado realizado com base no espaço escolar e material didático, com pouca interferência do professor;
  • o incentivo à educação sensorial;
  • a criação do material dourado para ensino de conteúdos matemáticos;
  • a criação de materiais didáticos diversos, como encaixes sólidos, sistema de barras e escada marrom.

6. Florestan Fernandes

Nascido em 1920 e falecido em 1995, Florestan Fernandes foi político e um dos sociólogos mais influentes do país. Amigo de Darcy Ribeiro, também defendia a educação integral. Acreditando que a educação tinha potencial de transformação, a escola seria o centro prioritário dessa mudança. Além disso, foi defensor da gestão democrática e do piso salarial para os professores.

Como se inspirar com esses grandes educadores

Como você viu, os grandes nomes da educação colaboraram com pensamentos, metodologias e defesas de aspectos da educação que hoje podem ser adaptados para a realidade da escola.

Por exemplo, temos a criação do Novo Ensino Médio, que atualiza as propostas de Darcy Ribeiro e Florestan Fernandes sobre ensino integral. Além disso, temos a adoção cada vez maior de metodologias ativas, que dialogam com as teorias de Maria Montessori, sobre a liberdade e disciplina do aluno em aprender, com pouca interferência do professor.

Sendo assim, para que você possa se inspirar nesses grandes nomes e adotar algumas de suas ideias em sua escola, é importante conhecer seus pensamentos e obras, levando em conta o contexto da época. Depois, é possível avaliar a sua própria realidade para compreender quais ideias poderiam dar frutos em seu contexto. A partir daí, seria possível criar ações inspiradas nesses pensadores para atender as necessidades de seus alunos e professores.

O ensino nas escolas sempre foi um campo de mudança, por estar diretamente ligado à sociedade, que se transforma de tempos em tempos. Ao longo dos séculos XX e XXI, surgiram grandes nomes da educação, que por meio de seus estudos e metodologias, puderam definir importantes soluções para algumas questões que permeiam o cotidiano das escolas e de seus alunos e professores. Agora, é possível que você aprenda com esses estudos e adapte as boas ideias à sua própria realidade, decidindo pelo que pode funcionar para tornar sua escola ainda melhor.

Gostou do post? Compartilhe em suas redes sociais com outros educadores e gestores!