Aprendizagem significativa: entenda mais sobre este conceito e como aplicá-lo!

Aprendizagem significativa: entenda mais sobre este conceito e como aplicá-lo!
6 minutos para ler

Um dos maiores desafios do ensino é fazer com que os alunos aprendam novos conteúdos. Afinal, além de ser necessário prender sua atenção, também é preciso fazer com que compreendam a relevância do conhecimento. Para isso, o conceito de aprendizagem significativa tem sido bastante usado como solução para o processo.

Neste post, você vai descobrir o que é esse tipo de aprendizagem e como ela se aplica na escola, além de entender por que adotá-la no cotidiano educacional. Boa leitura!

Afinal, o que é aprendizagem significativa?

O conceito da aprendizagem significativa foi criado pelo psicólogo da educação David Paul Ausubel e proposto na obra Psychology of Meaningful Verbal Learning: An Introduction to School Learning, de 1963.

De forma geral, ele aborda que, para o aluno aprender, é necessário que o conhecimento proposto faça sentido. Para isso, a informação não pode ser estranha, ou seja, ela deve ser ensinada relacionando-se com conceitos que o estudante já conhece.

Sendo assim, no processo de descoberta de novos ensinos, ocorre uma conexão mental entre o que ele já sabe e o que está aprendendo. Dessa forma, a nova informação é melhor recebida e a antiga pode ser renovada com novos pontos de vista e reforçada na mente do aluno.

Mas para que isso aconteça com sucesso, é fundamental contar tanto com a disposição do estudante quanto com um material didático elaborado para a aprendizagem.

Quais são seus objetivos?

O objetivo da aprendizagem significativa é fugir do processo automático, no qual o conhecimento se relaciona à estrutura cognitiva do cérebro apenas por um certo período, em que o estudante decorou o conhecimento, mas depois o esquece.

Por meio dela, o próprio estudante dá um significado à informação dentro de um contexto já conhecido. Assim, é possível fazer conexões mentais subjetivas, que fixam o conhecimento e o tornam relevante.

Como se dá a aprendizagem significativa na escola?

Como a aprendizagem significativa se dá de forma subjetiva para o aluno, é preciso aplicá-la com práticas que envolvam os professores e a escola. Veja, a seguir, algumas formas de implantar essa aprendizagem em sala de aula.

Mapas conceituais

Os mapas conceituais são representações visuais de conceitos para se chegar a um significado. Ou seja, os estudantes podem, a partir da combinação de diferentes ideias, fazer sua própria interpretação subjetiva, facilitando a absorção do conteúdo e incentivando a memorização.

Metodologias ativas

Na aplicação de metodologias ativas, o objetivo é combinar conhecimento teórico com aplicações práticas, que possam sair do ambiente escolar e se expandir para outras esferas da sociedade.

Sendo métodos dinâmicos e que contam com investimento em tecnologia, é possível explorar novas áreas de conhecimento, estabelecer conexões mais ricas entre os diferentes conceitos e promover uma aprendizagem mais facilitada, interessante e interdisciplinar. Sendo assim, a escola pode aplicar diferentes técnicas como:

  • aprendizagem por resolução de problemas;
  • gamificação;
  • design thinking;
  • aprendizagem criativa.

Sala invertida

No conceito de sala de aula invertida, o objetivo é propor um assunto em sala a ser investigado por cada aluno à sua maneira, seguindo os conhecimentos aplicados pelo professor. Assim, cada aluno desenvolve sua própria interpretação do conteúdo e pode expandi-lo ao trocar suas descobertas com os colegas.

Para aplicar esse conceito, é necessário o engajamento do aluno previamente para pesquisar o assunto e trazê-lo à aula. Assim, chegando com o conhecimento estudado, há espaço e tempo para abordá-lo de forma mais prática, por meio de atividades e debates.

Por que adotar a aprendizagem significativa?

Em um mundo com mais recursos tecnológicos e diferentes trocas entre alunos e sociedade, a forma de aprendizagem também se modifica e precisa focar na construção efetiva do conhecimento, e não apenas em sua memorização. Assim, o estudante realmente pode desenvolver habilidades e assimilar o aprendizado como parte da sua vida.

Além disso, a aprendizagem significativa também oferece vantagens para os alunos, escola, professores e pais, ressignificando seus papéis no processo de ensino. Veja algumas delas a seguir!

Valorização de todos os conhecimentos

Nesse modelo de aprendizagem, nenhum conhecimento prévio é descartado ou desvalorizado. Com isso, os alunos podem se sentir mais à vontade para melhorar o que já sabem.

Formação além da teoria

No modelo significativo, o espectro de ensino é mais amplo, com a formação de conhecimentos relacionados a diferentes conteúdos. A interdisciplinaridade e a relação com a sociedade também são incentivadas.

Ensino atualizado

Incentivar a prática da aprendizagem significativa também é uma forma de manter a escola atualizada. Afinal, além da proposta de trazer novos conteúdos e propor conexões com o conhecimento prévio, há relevância entre o ensino e as pontes que ele pode formar com o cotidiano do aluno.

Aluno mais completo

Quando o aluno vê significado no que aprende, pode se sentir mais motivado no processo. Com isso, não só absorve conhecimento, mas também abre espaço para o desenvolvimento de mais habilidades sociais, técnicas e criativas. Sendo assim, ao sair da escola, ele terá uma bagagem mais completa para atuar em diferentes frentes da sociedade.

Melhores relacionamentos

Entre aluno e professor, a aprendizagem significativa propõe uma interação de parceria, e não de ensino unilateral. Com isso, problemas como o desinteresse pela aula podem ser vencidos, pois os jovens também se responsabilizam pela aprendizagem e sentem seu protagonismo por meio das atividades propostas.

Outro ponto importante é que, com essa independência, outros relacionamentos podem ser ressignificados na busca pelo conhecimento. Por exemplo, entre os alunos e seus pais.

Ambiente saudável

Uma consequência indireta do aprendizado significativo é a criação de um ambiente mais saudável para o aprendizado. Como todo conhecimento prévio é valorizado, alunos e professores vão respeitar diferentes opiniões, pontos de vista e históricos pessoais de cada pessoa.

Apesar de ter surgido na década de 1960, o conceito de aprendizagem significativa não poderia ser mais atual. Em uma sociedade rápida, com diversos recursos tecnológicos disponíveis e na qual o interesse pelo aprendizado pode ser comprometido, é importante que o aluno enxergue significado naquilo que aprende.

Pois é por meio da aprendizagem significativa que o jovem vai conseguir a valorizar sua bagagem cultural e conectá-la com novas informações, a fim de receber uma formação mais completa e dinâmica.

Gostou do post e quer acompanhar mais novidades do mundo da educação? Inscreva-se no nosso canal do Youtube!