Saiba como ensinar cidadania para os alunos

cidadania
7 minutos para ler

Cidadania é o ato de participar ativamente no desenvolvimento da sociedade. De acordo com a definição do dicionário Michaelis, o conceito envolve a qualidade de ser cidadão.

A escola, por ser um ambiente voltado ao aprendizado, deve contribuir para o ensino e a prática da cidadania, estabelecendo um papel significativo na construção de uma geração consciente dele e da sua importância dentro da sociedade.

A relevância da cidadania para os alunos pode ser percebida na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que inclui o assunto como uma das suas competências. Mas, na prática, como o tema pode ser explorado em sala de aula?

Vamos compartilhar algumas iniciativas que podem auxiliar no ensino da cidadania para os alunos. Confira, neste conteúdo, atividades pensadas para incentivar o espírito questionador nos jovens — assim como ações que podem estimular o envolvimento com iniciativas sociais.

Por que ensinar cidadania na escola?

A escola é o ambiente onde crianças e jovens começam a enxergar com mais clareza como acontecem as relações humanas e como funcionam as instituições.

Por meio de atividades, tarefas, regras e com o contato humano, o aluno descobre os efeitos imediatos (ou nem tanto) de todas as suas ações, assim como de suas interações. Trata-se de um momento chave na formação ética de uma pessoa.

Dessa forma, a escola também é o local onde acontece a formação moral. Com o apoio dos professores, os estudantes são levados a refletir sobre cidadania, desenvolvendo valores e hábitos que podem aprimorar tanto o nível de conhecimento intelectual, quanto às habilidades socioemocionais.

É possível destacar alguns tópicos que podem servir de ponto de partida para abordar a importância de ensinar cidadania na escola. Entre eles:

  • a relevância dos cuidados com a natureza e o meio ambiente;
  • os impactos dos cuidados com a higiene e com a saúde;
  • primeiros passos no desenvolvimento das habilidades de gestão de conflitos;
  • o poder da comunicação empática;
  • boas práticas para interações corriqueiras e as normas de convivência.

Assim, a cidadania é apresentada como uma ferramenta para a harmonia coletiva, permitindo que pensamentos conflitantes sejam encarados como complementares e a democracia seja fortalecida.

Como ensinar cidadania na escola?

No contexto de Coronavírus, ensinar cidadania se mostra como algo ainda mais importante. Por isso, a sociedade e os professores enfrentam desafios na pandemia, mas que também são oportunidades para envolver alunos e famílias em conversas sobre responsabilidades, autonomia e colaboração.

O momento vivenciado pela humanidade exemplifica o impacto das ações individuais e coletivas no bem-estar geral. Da mesma forma, serve como referência para a compreensão de como lideranças e cidadãos precisam estar bem alinhados para o bem geral.

Confira como colocar em prática atividades que estimulem a cidadania.

Apresente figuras públicas que contribuem com a sociedade

O professor do futuro entende a importância de olhar para o passado e estimular a reflexão sobre nomes que tiveram um grande impacto na vida dos cidadãos. Por isso, conectar o calendário com a apresentação de figuras públicas é uma atividade que gera grande impacto.

Para estimular a participação dos alunos, vale promover rodas de conversas e interações, por meio das quais cada estudante pode dividir as suas percepções sobre o impacto de determinadas pessoas na sociedade.

Saiba como ensinar cidadania para os alunos

Essa é uma atividade que pode ser incorporada com a ajuda da interdisciplinaridade, conectando algumas áreas do conhecimento com a cidadania.

Incentive os alunos a participarem de projetos de serviços sociais

Em um momento no qual a sociedade passa por tantos desafios, falar sobre a ajuda aos necessitados pode fazer toda a diferença.

O distanciamento social pode limitar a interação dos alunos com determinados projetos de ajuda aos menos favorecidos, mas até mesmo por meio do digital, é possível se conectar com propostas voltadas para o auxílio ao próximo.

Uma ação simples, mas com grande impacto, está na reorganização do guarda-roupa combinada a separação de peças que podem ser direcionadas para a doação. Assim, o estudante pode ter uma experiência prática de compreensão sobre desapego e ajuda ao próximo.

Vale lembrar, sempre, que não se trata de separar roupas ou itens pessoais velhos e que estão sem serventia. A doação de roupas deve ser feita de forma organizada, com roupas limpas, separadas por tipo (ou número), permitindo uma experiência positiva para quem for beneficiado.

Envolva a turma na criação de regras para a sala de aula

As votações e os debates sobre normas e regras são parte importante da cidadania. Por isso, o ambiente escolar pode ser aproveitado com muita naturalidade para estabelecer alguns critérios que permitam o bom convívio entre pessoas tão diferentes, com interesses comuns.

Neste contexto, o professor deve atuar como um grande facilitador para a reflexão dos cidadãos, mediando conflitos e auxiliando de forma ativa na busca pelos caminhos que respeitem a todos.

Debates são saudáveis e fazem parte tanto da rotina escolar, quanto da vida profissional. Mas também são uma importante forma de engajar os alunos, ainda que nas aulas remotas.

Incentive a realização de ações relacionadas à sustentabilidade

Uma das questões relacionadas com os tempos de pandemia é o aumento do volume de embalagens. Com o crescimento do uso dos serviços de entrega de alimentos e das compras virtuais, o aluno pode ser convidado a refletir sobre como fazer acontecer a reciclagem dos materiais.

Pequenos desafios, como a coleta seletiva do lixo ou a preferência pela compra de produtos que tenham um volume reduzido de plásticos (por exemplo), podem ser interessantes. A cidadania se conecta com os cuidados com o meio ambiente e com a degradação dos recursos não renováveis.

Crie um calendário de debates, com assuntos diversos

A criatividade é uma importante habilidade a ser desenvolvida. A boa notícia é que ela se conecta com a cidadania. Afinal, é necessária uma mente inovadora para lidar com os desafios da sociedade, que são superados por cidadãos que têm como foco a segurança e o bem-estar de toda a comunidade.

Conectado a qualquer tópico ou assuntos, os debates contribuem para a formação de cidadãos mais articulados, preparados para defender suas ideias e dispostos a explorar atividades complementares que permitam uma vivência mais completa do ambiente escolar.

Enfim, de todas as formas, a cidadania pode ser estimulada com a ajuda da tecnologia educacional. As soluções da Eleva, voltadas para videoaulas, jogos educacionais ou mesmo para materiais contextualizados, podem estimular e engajar a participação dos alunos em todas as ações propostas.

É possível imaginar todas as atividades propostas para o estímulo à cidadania acontecendo de forma envolvente e engajadora — e como uma extensão da transformação digital aplicada ao ensino.

Quer conhecer melhor sobre como a cidadania pode ser abordada em sala de aula, com o apoio de uma plataforma de ensino? Entre em contato!

Saiba como ensinar cidadania para os alunos
Saiba como ensinar cidadania para os alunos
Saiba como ensinar cidadania para os alunos