Como motivar os alunos da Educação Infantil? Confira 5 dicas!

Como motivar os alunos da Educação Infantil? Confira 5 dicas!
6 minutos para ler

Desde os primeiros meses de vida, as crianças apresentam um interesse nato em explorar o que está ao seu redor. Porém, no ambiente escolar, é preciso que essa característica seja estimulada continuamente, a fim de garantir a evolução do aprendizado dos pequenos. Motivar alunos da Educação Infantil é uma missão desafiadora, uma vez que eles podem perder o interesse e o foco rapidamente.

Por isso, mais do que se preocupar em transmitir conteúdo, é importante que os educadores também se dediquem à motivação das crianças. Com as técnicas e recursos certos, é possível ganhar a atenção dos seus estudantes, fazendo com que se divirtam enquanto aprendem.

Quer saber como isso funciona na prática? Confira, neste post, as melhores dicas para manter a motivação na Educação Infantil!

Como o lúdico pode ser usado como ferramenta de aprendizado?

Primeiramente, é necessário entender que a palavra ‘’motivação’’ é formada por outras duas: ‘’motivo’’ e ‘’ação’’. Trata-se do conjunto de motivos que impulsionam o indivíduo a agir de determinada forma. No desenvolvimento infantil, pode perceber a presença da motivação desde os primeiros meses de vida, já que os bebês precisam se esforçar para aprender a andar e comer sozinhos, por exemplo.

Conforme vão crescendo, essa motivação também é notada nas brincadeiras, tanto individualmente quanto em grupo. Esse fator é crucial para os processos de aprendizagem sociais, motores e relacionais, pois quando aprendem como se relacionar com os seus colegas, a tendência é que a motivação dos pequenos aumente.

Por isso, é imprescindível utilizar o lúdico na sala de aula, visto que as brincadeiras contribuem para o desenvolvimento do campo cognitivo, social, psicológico e afetivo. Quando aprende se divertindo, a criança se sente mais feliz e satisfeita, o que a encoraja a continuar explorando o tema proposto pelo professor.

Como as brincadeiras motivam?

O modo como a criança brinca reflete nas suas ações em casa e na escola. Isso porque o uso do lúdico na aprendizagem contribui para o aperfeiçoamento de habilidades essenciais, como memória, imitação, imaginação, atenção, além de um instrumento de motivação.

Nos primeiros sete anos de vida, o cérebro humano se desenvolve conforme os estímulos que recebe. Assim, é preciso que a escola ofereça estímulos que contemplem os aspectos cognitivo, motor e afetivo. Por meio da brincadeira, os pequenos melhoram a sua capacidade intelectual, tendo mais facilidade para compreender situações, resolver problemas, criar estratégias e se antecipar a eventos.

Quais são as melhores dicas para motivar alunos da Educação Infantil?

Durante a infância é comum que a criança não veja sentido em cumprir obrigações e realizar deveres escolares. É exatamente aí que o professor deve agir, utilizando técnicas que despertem o interesse dos pequenos para o aprendizado. Veja como aumentar o entusiasmo da sua turma.

1. Aposte em brincadeiras e jogos

Ficar o tempo todo sentada e parada é uma combinação que acaba entediando a maioria das crianças. Sendo assim, não deixe de apostar em brincadeiras e jogos durante as aulas, pois são estratégias que abrem espaço para que todos os alunos possam participar e interagir entre si.

Quando estão participando de atividades novas e divertidas, os estudantes ficam mais motivados a prestar atenção e seguir as orientações do educador, com maior concentração e, consequente, melhor rendimento.

Como motivar os alunos da Educação Infantil? Confira 5 dicas!

2. Proporcione um ambiente estimulante

Uma aprendizagem saudável só pode ser construída em um ambiente que seja agradável e estimulante para os estudantes. A convivência em lugar hostil, em que os professores recorrem a gritos e punições só serve para causar rejeição e desmotivação aos pequenos.

O ideal é proporcionar uma sala de aula com um clima e tratamento agradável, de maneira que o educador tenha empatia e se coloque no lugar da criança, mas sem deixar de preservar a sua autoridade.

Como motivar os alunos da Educação Infantil? Confira 5 dicas!

3. Valorize as conquistas

Desde que não incentive a competição não saudável entre colegas, é bastante positivo propor metas e oferecer recompensas quando estas forem alcançadas. Cada conquista coletiva deve receber elogios e até mesmo prêmios que reforcem a importância do comprometimento.

Com isso, as crianças são motivadas a apresentar o seu melhor sempre, independentemente da tarefa que realizam. É necessário reconhecer os esforços individuais e coletivos, para que todos saibam da importância do seu papel na conquista do objetivo proposto.

4. Estimule a participação ativa

O acesso cada vez mais cedo às ferramentas tecnológicas mudou o modo como as crianças aprendem, já que elas têm mais facilidade para buscar informações. Levando isso em consideração, os professores precisam dar espaço para o protagonismo dos alunos, variando o sistema de verticalidade em situações que pedem esta postura.

Essa estratégia faz com que o estudante se sinta parte do processo educativo, deixando de ser apenas receptores dos conteúdos, o que gera mais dedicação e comprometimento nas crianças. Para isso, mais do que apresentar o conhecimento teórico, convide os alunos a cumprir atividades práticas, de modo que aprendam com o assunto se relaciona com a vida real.

5. Busque inspiração nos conceitos de Beatriz Kishimoto

Beatriz Kishimoto, grande estudiosa do comportamento infantil na educação, fala em seus livros e teorias que a brincadeira tem um papel substancial no desenvolvimento da criança, pois ela dá ao pequeno um substituto para os objetivos reais, permitindo que possa manipulá-los e aprender por diferentes percepções.

Nesse sentido, é indicado que todo o educador conheça e busque inspiração nos conceitos difundidos pela autora. Para tanto, você pode assistir o documentário Território do Brincar, que fala do brincar em diferentes culturas, como em comunidades quilombolas, indígenas, rurais e nas grandes metrópoles.

Outra opção interessante é o Tarja Branca, que investiga as memórias infantis dos adultos, ressaltando a importância do brincar em todas as fases da vida.

Com as dicas apresentadas aqui, você terá mais facilidade para motivar alunos da Educação Infantil. Tenha em mente que a motivação da criança está diretamente relacionada a experiências que despertam a sua curiosidade e interesse em descobrir mais sobre o assunto. Isso significa que o aprendizado deve permitir que o aluno dê asas à sua imaginação.

Você sabia que ser criativo abre inúmeras portas no processo de aprendizagem. Saiba qual é a importância de desenvolver a criatividade das crianças e adolescentes!