Passo a passo: como elaborar um cronograma de estudos para ENEM?

Passo a passo: como elaborar um cronograma de estudos para ENEM?
6 minutos para ler

A elaboração de um cronograma de estudos para ENEM é muito importante, pois ajuda a manter o ritmo do aprendizado. Também é uma forma de visualizar toda a sequência de orientações sobre o conteúdo que precisa ser estudado.

Se você deseja que seus alunos sejam bem-sucedidos, essa é a ferramenta ideal para guiá-los durante o trajeto, mostrando por onde começar. Com isso, é possível priorizar os assuntos mais relevantes e atuais que podem ser abordados na próxima edição do exame.

O objetivo deste post é ressaltar o quanto um cronograma de estudos é importante para aqueles estudantes que estão se preparando para a prova do ENEM. Por isso, trouxemos o passo a passo de elaboração e algumas sugestões de atualidades para você incluir no roteiro. Boa leitura!

Por que é essencial seguir um roteiro de estudos?

Elaborar um cronograma de estudos e preparar os alunos para enfrentar as 180 questões do ENEM que separam um jovem cheio de sonhos do ingresso na universidade é um desafio que requer cuidados.

Devido ao grande volume de matérias, para que o rendimento do estudo seja satisfatório, é preciso planejamento e organização. Se isso não for seguido, alguns assuntos importantes ficarão de fora, podendo comprometer a aprovação.

Sabemos que são muitos temas com conteúdo vasto, portanto, não é fácil estruturar as informações sem usar uma ferramenta auxiliar para sintetizar as ideias e a criar uma boa série para estudos.

O momento atual, de confinamento e suspensão das aulas, em função da pandemia pelo novo coronavírus, embora esteja causando tensão por todos os cantos do mundo, pode ser uma oportunidade de os estudantes se dedicarem mais aos estudos para o ENEM.

É fundamental que a escola estimule o aproveitamento do tempo em casa para intensificar os estudos, conscientizando sobre o grau de dificuldade do exame e que ele é a porta de entrada efetiva para quem deseja cursar o ensino superior.

Com um cronograma objetivo e bem elaborado, os alunos poderão reservar um tempo do dia de acordo com a disponibilidade, considerando a logística de distribuição dos temas conforme a orientação pedagógica.

Passo a passo: como elaborar um cronograma de estudos para ENEM?Powered by Rock Convert

Quais são os passos para elaborar um cronograma de estudos para o ENEM adequado?

Elaboramos algumas etapas que você pode seguir para montar um cronograma capaz de auxiliar os alunos na preparação para um exame tão complexo quanto o ENEM — ao serem guiados, eles se sentirão mais seguros e confiantes.

Estabeleça metas

Alcançar a aprovação no ENEM é o principal objetivo, mas até que seja alcançado, pequenas metas podem ser criadas no cronograma como modo de incentivo a concluir os estudos. Por exemplo: estudar os capítulos 1 a 3 da matéria X.

As metas diárias, semanais ou até mensais ajudam a fixar na memória o cumprimento de horário e a conclusão da etapa de estudos. Os jovens dispersam com muita facilidade, portanto, essa prática serve para lembrá-los do compromisso.

Organize os conteúdos

Sem o cronograma seria difícil assimilar tudo ao mesmo tempo, por isso, organize os conteúdos por prioridade, de acordo com o peso da avaliação. O objetivo é aproveitar melhor o tempo e dar ênfase aos assuntos mais importantes.

Separe as áreas de humanas, exatas, atualidade, entre outros, e mescle para não sobrecarregar os estudos e promover a fadiga mental. Afinal, o cérebro humano tem um limite de absorção de informação e isso precisa ser respeitado.

Reserve horários das aulas

Na oportunidade de as escolas serem liberadas para retomar a rotina, reservar horário nas aulas de dedicação aos estudos para o ENEM é uma boa estratégia. Com a troca de ideias, os colegas podem ajudar uns aos outros e se sentirem mais motivados por isso.

Na sala de aula, inclusive, os estudantes contarão com a ajuda dos professores para sanar dúvidas ou entender melhor um conceito. Nada melhor que o universo escolar para dar sentido a uma jornada intensa de estudos.

Descreva os assuntos

Dentro do cronograma é essencial detalhar não só os temas e as matérias, mas também os assuntos, porque nem tudo cairá no exame. Nessa etapa é recomendável verificar edições anteriores e considerar para o contexto atual.

Muitos assuntos são atemporais e a necessidade de se manter em discussão faz com que voltem à tona em diversas questões do ENEM. Seja em História, seja em Biologia, o importante é ir direto ao ponto e evitar a perda de tempo com o que não será citado.

Selecione questões

Ao buscar informações sobre os assuntos repetidos no exame, aproveite para selecionar as questões que já foram aplicadas e se encaixem nos estudos atuais. Mesmo com uma formulação diferente, os alunos entenderão o sentido da pergunta elaborando respostas mentais.

Trabalhe temas relevantes

Todo o exame do ENEM é fundamentado em temas relevantes, seja pelo contexto histórico, seja da atualidade. Considere todos os assuntos pertinentes, de impacto nacional ou mundial.

Muitos deles estiveram ou estão em discussão recente e não será uma surpresa se ocuparem um percentual considerável de questões do exame. Seja flexível e se necessário, altere o cronograma para incluir um assunto de grande repercussão.

Muito se falou, fala e falará sobre alguns temas que não podem deixar de compor o cronograma.

No Brasil:

  • Liberação do porte de armas;
  • Educação;
  • Questão indígena;
  • Reforma Trabalhista;
  • Diversidade e intolerância;
  • Violência contra a mulher.

No mundo:

  • Crise econômica;
  • Pandemia pelo novo coronavírus;
  • Incêndio na Austrália;
  • Guerra na Síria;
  • Governo americano;
  • Governo sul-coreano;
  • Crise na Venezuela;
  • Fake News.

Analise provas anteriores

Assim como a seleção de questões específicas, incorporar ao cronograma a análise das provas anteriores vai ajudar os estudantes a compreenderem melhor sua estrutura e se acostumarem visualmente com a quantidade de quesitos.

Para aproveitar bem um material de estudos para o ENEM, considere o uso de uma plataforma de ensino como método de inovação, estímulo e motivação dos alunos para o estudo. A tecnologia faz parte do cotidiano das pessoas, sobretudo, dos jovens tão acostumados à virtualidade.

Eliminando papel e evoluindo para uma forma de ensino mais avançado, a plataforma Eleva ajudará a entender que o estudo vai muito além da sala de aula. O objetivo de utilizar uma ferramenta tecnológica para complementar os estudos é compartilhar os métodos mais modernos de educação espalhados pelo mundo e concentrar, por exemplo, em atividades como um cronograma de estudos para o ENEM.

Se você gostou do post, que tal entrar em contato com a gente para conhecer nossa plataforma e todas as suas funcionalidades. Temos um modo diferenciado e tecnológico de estudos que pode agregar ainda mais valor ao seu cronograma!

Você nos encontra no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e também no canal do YouTube.

seja uma escola parceiraPowered by Rock Convert