Saiba como montar sua estratégia para fidelizar alunos de forma eficiente

Saiba como montar sua estratégia para fidelizar alunos de forma eficiente
8 minutos para ler

Em todo início de semestre, as instituições de ensino preparam campanhas específicas para captar novos discentes. Porém, antes de pensar em atrair novas famílias, é fundamental preocupar-se em fidelizar alunos que já estão matriculados na escola para garantir a estabilidade e saúde financeira das atividades.

Um ensino de qualidade é o principal ponto avaliado pelos pais e responsáveis na hora de escolher uma escola para a criança ou adolescente. Se você prometer isso e não cumprir, certamente estará em risco iminente de perder discentes para a concorrência.

Quer evitar esse tipo de problema? Veja, neste post, as melhores práticas para construir uma estratégia que fideliza os alunos por meio do processo de aprendizado!

O que é a retenção de alunos?

Um dos maiores desafios dos gestores de escolas é a retenção de alunos, que consiste em mantê-los na instituição desde o momento em que são matriculados até a conclusão dos estudos. Para isso, é necessário fazer um planejamento que abranja todas as áreas da escola, o que envolve desde o ambiente físico até a qualidade do ensino oferecido.

Esse problema pode acontecer por vários motivos, como a insatisfação dos pais com o desempenho da instituição. Também é uma situação comum na fase de transição de um segmento para o outro, como quando o estudante finaliza o Ensino Fundamental e vai para o Ensino Médio.

Nesse sentido, é importante que a estratégia de retenção de alunos se preocupe em entender as razões pelas quais está os perdendo. Saber onde está a falha é o primeiro passo para criar medidas que ajam no foco da questão.

Qual é a importância de reter alunos?

Ao aplicar uma estratégia de retenção de alunos bem-sucedida, a escola tem uma série de benefícios. O primeiro deles é obter uma gestão financeira equilibrada, o que é essencial para conseguir manter as suas contas em dia e ter condições de continuar investindo em melhorias para a comunidade escolar.

Além disso, o estudante também é beneficiado, pois, ao prosseguir na mesma escola, pode acompanhar a sequência didática e o projeto pedagógico pensados para atender suas necessidades. Mudar de uma instituição para outra pode causar dificuldades de adaptação, tendo em vista que cada escola segue um currículo e práticas próprias.

Por outro lado, se permanecer mais tempo no mesmo ambiente escolar, ele se adapta ao ambiente, ao funcionamento da escola e às pessoas com as quais convive. Sem falar que os pais têm mais facilidade para acompanhar o desenvolvimento do aluno ao longo dos anos.

Quais são as melhores práticas para fidelizar alunos?

Como já dissemos, a fidelização de alunos não está restrita a um único aspecto da escola, uma vez que requer a oferta de um ambiente escolar de boa qualidade como um todo.

Sendo assim, é necessário adotar medidas que impactem positivamente todos os pontos da instituição de ensino. Veja as melhores práticas para um relacionamento duradouro com os seus estudantes.

Invista na qualidade do capital humano

Um ensino de qualidade só pode ser colocado em prática quando a escola conta com professores qualificados, que saibam como se conectar com os estudantes. Caso um docente lecione de forma muito técnica, não se atente às necessidades de cada aluno ou não tenha empatia, a tendência é que as aulas não sejam estimulantes e, consequentemente, o desempenho individual e coletivo dos estudantes seja prejudicado.

Pensando nisso, é de extrema importância criar um programa de capacitação continuada, que contribua para a atualização do corpo docente. A iniciativa também é eficiente para que o professor perceba e elimine os seus pontos fracos e tenha suporte para potencializar os pontos fortes.

Os demais profissionais que atuam na escola também merecem atenção, o que deve ser feito por meio da construção de um ambiente de trabalho saudável e que os valorize, além do fornecimento de treinamentos e equipamentos adequados. Colaboradores satisfeitos e preparados terão melhores condições de entregar bons resultados.

Estabeleça um bom relacionamento com os alunos

Apesar de ser um ponto crítico para o processo de retenção de alunos, muitas instituições de ensino ainda não se esforçam o suficiente para saber o que as crianças e adolescentes gostariam de dizer sobre o ambiente escolar. Antes de qualquer coisa, é preciso adotar ferramentas que abram espaço para que eles possam se expressar.

As plataformas, como aplicativos, sites e canais de atendimento digitais, são ótimas opções para se comunicar com os alunos, tendo em vista que esses recursos fazem parte da geração atual e podem ser facilmente utilizados por ela.

Deixe claro que o canal utilizado é um ambiente seguro para que todos possam fazer sugestões, relatar experiências ou reclamações sem sofrer nenhum tipo de consequência negativa. Com isso, a gestão pode ficar ciente do que está acontecendo na escola pela perspectiva dos estudantes e implementar melhorias.

Mais do que utilizar ferramentas, é necessário preparar os seus professores e colaboradores para que estejam sempre abertos ao diálogo, de maneira que os alunos se sintam à vontade para participar ativamente das aulas e relatar qualquer tipo de problema que enfrentarem na instituição de ensino, desde uma dificuldade de aprendizagem até um caso de bullying.

Ofereça atividades extracurriculares

Devido à uma rotina cheia, nem sempre os pais e responsáveis têm tempo para levar os filhos para participar de atividades que acontecem fora do horário escolar. Nesse contexto, uma saída interessante é oferecer atividades extracurriculares, como aulas de música, que ajudam a desenvolver a criatividade, ou de robótica, que estimulam o raciocínio lógico.

Também é recomendado apostar em dança, esportes e até mesmo no ensino de outros idiomas. A oportunidade de se divertir e melhorar o seu aprendizado ajuda a aproximar os estudantes da escola — fator que deixa os pais satisfeitos ao perceberem que os seus filhos estão tendo vivências prazerosas e que expandem os seus conhecimentos.

Garanta uma boa infraestrutura

A infraestrutura da escola envolve todo o espaço físico, incluindo salas de aula, laboratórios, biblioteca, quadras desportivas, refeitório, pátio e plataformas digitais. De nada adianta a escola prometer uma infraestrutura incrível na campanha de captação de novas alunos se, no dia a dia, ela não estiver disponível com a qualidade apresentada inicialmente.

Portanto, os gestores devem ficar de olho em todos os componentes da sua infraestrutura, a fim de preservá-la. Um computador quebrado, por exemplo, pode atrapalhar a pesquisa dos alunos. Quando tudo está funcionando adequadamente, os discentes podem tirar melhor proveito das aulas práticas.

Quais são os principais motivos de evasão escolar?

Quem toma a decisão de mudar o aluno de escola são os responsáveis, mas isso devido a queixas da criança ou adolescente com o ambiente de aprendizagem. Há diversos motivos que podem levar a esse problema, sendo que a maioria está associado à qualidade do ensino. Entre as principais razões para a evasão escolar, estão:

  • falta de inovação nos processos de aprendizagem;
  • desinteresse nos estudos;
  • atividades curriculares pouco dinâmicas;
  • casos de violência física ou psicológica;
  • grande facilidade ou dificuldade para aprender;
  • o currículo não está contextualizado à realidade os alunos;
  • excesso de conteúdo;
  • sentimento de não pertencimento ao ambiente escolar;
  • reprovações cumulativas;
  • limitações físicas, no caso de estudantes com necessidades especiais de aprendizagem.

Toda a gestão escolar deve acompanhar periodicamente os índices de evasão dos alunos e estabelecer métodos para entender o que está por trás da saída do desligamento de cada família. A identificação desses motivos ajuda a escola a descobrir em quais aspectos está falhando e, a partir daí, agir rapidamente para corrigi-los, evitando que atinjam novos estudantes.

A estratégia para fidelizar alunos requer esforço contínuo por parte de toda a equipe que forma a escola, pois eles merecem um ensino de alta qualidade do início ao final dos estudos.

Com as dicas citadas aqui, a instituição de ensino não só pode construir um relacionamento duradouro com as famílias que procuram os seus serviços, como também adquire uma estabilidade que fortalece a sua imagem na área da educação e atrai novos estudantes.

E aí, achou as nossas dicas úteis? O que você tem feito para promover a fidelização de alunos na sua escola? Se inscreva agora no nosso curso gratuito sobre “Captação e Fidelização de alunos para o ciclo 2022”.

Saiba como montar sua estratégia para fidelizar alunos de forma eficiente