gestão escolar financeira

Para se realizar uma gestão financeira escolar efetiva é necessário envolver alguns processos de planejamento, controle e monitoramento de recursos para atingir os objetivos da escola. Com isso, em uma boa gestão, é fundamental atuar no auxilio da utilização correta do patrimônio escolar e na manutenção de uma saúde financeira exemplar.

Nesse sentido, é essencial que os gestores empreguem seus esforços em manter um sistema financeiro bem estruturado e organizado, para que assim se possa favorecer corretamente a aplicação de estratégias educacionais de êxito, utilizando todo o capital financeiro para isso designado.

Portanto, para ajudar nessa tarefa, preparamos este post com dicas de planejamento contínuo. Nele, você vai aprender a importância de se adotar uma rotina de controle e organização. Confira!

Organize todo o setor financeiro

Para fazer uma gestão financeira escolar eficiente, é preciso organizar todo o departamento e implantar alguns mecanismos de controle como: contas a pagar, a receber, fluxo de caixa.

Fazer o acompanhamento de perto das contas e o controle diário do fluxo de caixa são tarefas vitais para a sobrevivência e o crescimento da estrutura financeira escolar. Afinal, equilibrar todos os custos com as arrecadações é vital para executar uma administração eficaz dos recursos.

Por isso, ter absoluto controle sobre esses dados é obrigatório. Dessa forma, é possível traçar metas, fazer ajustes e prever problemas futuros. Em vista disso, fazer dessa prática uma rotina diária de atividades vai auxiliar diretamente na manutenção das despesas. Logo, é possível ter um domínio correto dos gastos evitando surpresas desagradáveis e permitir que as economias aconteçam.

Utilize a tecnologia a seu favor

Uma gestão financeira bem-sucedida assegura uma situação que não traz incômodo ou problemas para os gestores. Porém, para que isso aconteça, é necessário que inúmeras ferramentas de administração estejam em perfeito funcionamento e sincronia. Dessa maneira, investir em algum software de gestão escolar é uma boa saída para auxiliar nessa função.

Além de permitir uma manipulação mais simplificada dos dados e proteger a conservação dessas informações, a tecnologia dos softwares vão reduzir consideravelmente os custos que as escolas têm com procedimentos. Também, o uso de um sistema de gerenciamento possibilita o acompanhamento de perto de todos os custos e inadimplências, tornando o trabalho mais claro e eficiente.

Estruture o projeto político pedagógico

Realizar um planejamento escolar apropriado é a sustentação de todos os processos escolares, pois, esse planejamento é o responsável por conduzir todas as atividades, diretrizes, metas e conteúdos a serem desenvolvidos na escola. Com isso, é possível estudar com antecedência a alocação dos investimentos e a receita anual. Ademais, pode apresentar vantagens como:

  • conectar todos os segmentos da escola;
  • possibilitar o levantamento orçamentário mais fiel às expectativas;
  • melhorar o processo de ensino-aprendizagem;
  • permitir o melhoramento da estrutura escolar;
  • apoiar as metas instrutivas da escola;
  • viabilizar um gerenciamento eficaz de todos os setores da escola.

Elabore um planejamento estratégico

Realizar um planejamento estratégico é uma ferramenta muito importante na condução da atividade escolar. Com esse documento, é possível determinar as tarefas a serem executadas — pautadas por regras e de modo organizado —, para chegar a um ponto específico favorável ao crescimento de toda organização escolar.

Fazendo o detalhamento de todas as atividades, se torna possível identificar os pontos em que são necessários ajustes e também onde será feito os investimentos. Para isso, é indispensável considerar todos os objetivos de administração, seja a curto, médio ou longo prazo.

Para tanto, é necessário traçar uma linha para nortear as atividades de modo a criar metas para alcançar o objetivo máximo da escola. Nesse sentido, é importante analisar todo o cenário mercadológico, definir objetivos sólidos e estratégias firmes, além de elaborar um programa efetivo de ações.

Faça uma projeção dos custos

A organização dos custos é um instrumento que fornece detalhes completos e fundamentais para se obter uma gestão eficiente. Com essas informações é possível que o gestor faça uma análise do orçamento disponível, distribua os valores conforme as prioridades e reduza os custos para diminuir gastos.

Além disso, a projeção de despesas permite que o planejamento seja seguido conforme estabelecido, evitando assim o gasto excessivo e desnecessário. Outro fator importante é poder garantir a sobrevivência financeira da escola, uma vez que, a projeção dos custos torna mais simplificada a tarefa de cobrir todos os custos básicos.

Portanto, é de essencial importância que sejam reunidas todas as informações relevantes — custos com insumos, orçamentos, manutenção da estrutura escolar, investimentos em melhorias entre outros —, para a implantação de um projeto escolar sólido e eficiente.

Defina as prioridades

Estabelecer prioridades é um sistema bastante eficaz na gestão financeira escolar. É importante escolher um método em que seja possível analisar de modo geral toda a situação da escola, observando os processos e serviços de todos os setores para conseguir indicar a redução de custos sem prejudicar na qualidade do ensino.

Em uma movimentação financeira que envolva diversos processos e setores, pode-se obter ganhos consideráveis remanejando as prioridades de utilização e investimento, inclusive implementando mudanças no comportamento quanto a utilização consciente de todos os bens existentes.

Identifique e elimine desperdícios

Para obter uma gestão escolar proveitosa é preciso identificar e eliminar os desperdícios de todos os insumos escolares. Depois de organizar as contas são necessários procedimentos para se detectar onde estão os possíveis gastos exagerados. Para isso, analise os dados reunidos e defina os pontos em que é possível reduzir as despesas. Verifique a possibilidade de investir menos recursos na aquisição de produtos como:

  • materiais de limpeza;
  • materiais de escritório;
  • despesas administrativas;
  • folha de pagamento dos colaboradores;
  • realização de eventos.

Em caso positivo de gasto exagerado, é necessário estabelecer providências imediatas para moderar a utilização de elementos da administração escolar e implantar pontualmente uma restrição de despesas.

Administrar os recursos escolares com organização e transparência é a responsabilidade de todo gestor. Para que os alunos tenham uma experiência satisfatória em sua vida acadêmica é primordial que todas as engrenagens administrativas estejam em pleno funcionamento, principalmente na missão de estabelecer uma gestão financeira escolar simples e eficiente.

Gostou das dicas de como fazer uma gestão financeira escolar eficaz que trouxemos neste post? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a ficarem por dentro do assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This