Melhores práticas de gestão educacional: 6 pontos destacados pelo time Eleva

gestão educacional
4 minutos para ler

Na primeira fase do Festival Nova E-ducação, Fábio Oliveira, Vice-Presidente das escolas do Grupo Eleva, convidou Jackson Machado, Diretor Geral do Elite Rede de Ensino, e Rodrigo Villard, Diretor Geral do Pensi, para um bate-papo sobre gestão educacional. O resultado você confere agora!

A gestão educacional e os alunos

Fábio inicia a conversa falando sobre a missão do setor: “nós existimos para proporcionar todos os recursos necessários à formação completa dos alunos, em um ambiente onde se sintam felizes e construam memórias marcantes”. 

De acordo com ele, quando falamos em formação completa, geralmente, pensamos em excelência acadêmica, em desenvolvimento de competências socioemocionais e em construção de cidadania. 

Quando falamos em um ambiente feliz e que ajude a construir memórias marcantes, estamos nos referindo às memórias que nós mesmos trazemos da nossa época escolar.

Para ele, o primeiro passo para pensar em um ambiente que seja capaz de reunir todos esses aspectos é responder à seguinte pergunta: “que tipos de coisas fazem com que o aluno crie um vínculo maior com as instituições?”.

O Vice-Presidente das escolas do Grupo Eleva afirma que, depois de muitos estudos e pesquisas, foi possível chegar à conclusão da existência de 3 principais razões que fazem os alunos criarem vínculos fortes com a escola:

  • Segurança

Quando os alunos se sentem seguros fisicamente e emocionalmente dentro da escola e em contato com os outros alunos e colaboradores do ambiente escolar; 

  • Pertencimento

Quando eles são capazes de criar vínculos afetivos com a comunidade escolar e se sentem parte do todo. 

  • Protagonismo  

Quando ajudam, ativamente, a construir uma comunidade escolar melhor. 

A gestão educacional e os professores

Jackson Machado fala, então, sobre o papel das lideranças na criação de um ambiente acolhedor e positivo para os professores. 

É necessário levar em consideração que muitos professores lecionam em várias escolas diferentes, o que, para o Diretor Geral do Elite Rede de Ensino, traz uma pitada de desafio, pois, ainda de acordo com ele, cada escola possui um perfil diferente e pode esperar coisas diferentes de seus professores. 

Jackson também enxerga esse processo através de passos, e o primeiro deles é sentir o clima do ambiente escolar, o que só é possível de ser feito andando pela escola, prestando atenção aos detalhes, conversando com os alunos e colaboradores. 

Depois de entender como esse ambiente está funcionando e apresentar isso ao professor, chega o momento de dizer ao profissional, de fato, o que é esperado dele. A clareza e a colaboração, para Jackson, são as chaves para criar conexões com os professores e criar, também, um ambiente onde queiram estar. 

Gestão educacional para quem não está dentro da sala de aula

Rodrigo Villard, Diretor Geral do Pensi, inicia o tópico falando sobre a importância dos profissionais que não estão em sala, mas fazem a escola acontecer. Ele diz ser essencial a criação de um ambiente saudável para toda a comunidade escolar, e lista 3 pilares a serem seguidos para que isso aconteça:

  • Alinhamento

É importante garantir que todos estejam caminhando para a mesma direção e que o propósito da escola não seja apenas entendido, mas que siga sendo entendido a cada atualização. 

E isso pode ser feito através de reuniões de grupo, semanais ou quinzenais, momentos de avisos, eventos, momentos de reforço, missão escolar, entre outras ações. 

  • Integração

Para Villard, é necessário garantir que os laços entre os colaboradores de toda a escola sejam fortes o suficiente para que não se rompam ao menor sinal de crise. 

Para isso, é importante que a integração ocorra, seja através de eventos, comemorações de resultados, comemorações de aniversários, confraternizações fora do trabalho, entre outras ocasiões.

  • Reconhecimento

É extremamente importante que as pessoas percebam o valor do seu trabalho e que ele está sendo visto. Por isso, Rodrigo aponta o reconhecimento como um pilar indispensável.

Isso pode acontecer através de bonificações, mas também através de homenagens das mais distintas maneiras. 

“Não se gere o que não se mede. É importante medir felicidade, engajamento, clima.”, finaliza o Diretor. 

Quer saber mais sobre esse tema? Baixe o nosso infográfico!

Melhores práticas de gestão educacional: 6 pontos destacados pelo time Eleva
Melhores práticas de gestão educacional: 6 pontos destacados pelo time Eleva