8 mitos e verdades sobre o Novo Ensino Médio

8 mitos e verdades sobre o Novo Ensino Médio
6 minutos para ler

Mudanças quase sempre geram dúvidas. Afinal, as pessoas estão acostumadas a um padrão e precisam se adaptar a uma nova realidade, certo? Isso acontece nos mais diversos campos, inclusive na educação. Por isso, resolvemos falar dos mitos e verdades sobre o Novo Ensino Médio.

Para quem não sabe, nos últimos anos o governo federal anunciou a intenção de atualizar o sistema educacional, propondo novas diretrizes para o ciclo que inicia depois da conclusão do Ensino Fundamental e antecede o Ensino Superior.

Você sabe o que é verdade e o que não é? Confira os tópicos a seguir para ficar por dentro!

1. A educação em tempo integral é uma nova realidade

Verdade. A ampliação da carga horária é uma das principais propostas do Novo Ensino Médio, o que vai resultar no cenário de educação em tempo integral para os estudantes do primeiro, segundo e terceiro ano.

Isso é fundamental para conseguir oferecer todos os conteúdos e cumprir o planejamento pedagógico. Se antes a realidade era de 800 horas anuais, houve uma previsão de aumento para 1.400 horas no modelo integral.

Porém, é importante saber que todo esse processo deve ser gradual e sem obrigatoriedade. O plano nacional prevê que até 2024 pelo menos 25% das instituições de ensino ofereçam a educação em tempo integral, mas isso não vai ser uma regra para todas as escolas.

2. Os alunos vão ter um ensino mais flexível

Verdade. A flexibilização é uma das características do Novo Ensino Médio, principalmente para que cada aluno possa escolher quais áreas combinam mais com o seu perfil e merecem maior dedicação nessa fase de vida — até mesmo para a construção de um perfil profissional atrativo.

Cerca de metade da carga horária será flexível e escolhida pelo estudante. Dessa forma, o ensino fica menos engessado e mais atrativo para os jovens, o que naturalmente deve refletir no engajamento e nos resultados conquistados.

Conhecidos como itinerários formativos, os campos disponíveis serão:

  • Linguagens;
  • Matemática;
  • Ciências Humanas;
  • Ciências da Natureza;
  • Ensino Técnico e Profissional.

3. As disciplinas obrigatórias vão acabar

Dentre os mitos e verdades sobre o Novo Ensino Médio, talvez este seja o mais emblemático. O fato de ter uma educação mais flexível não significa que a parte obrigatória vai deixar de existir, ou seja, é um mito. Por exemplo, as disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa são compulsórias durante os três anos de estudo.

Tudo o que é considerado essencial para todos os estudantes faz parte da Formação Geral Básica, enquanto os itinerários formativos serão escolhidos de acordo com os interesses de cada um.

4. As escolas não vão precisar mexer na grade curricular

Mito. Com certeza as escolas vão precisar mudar muitas coisas para adotar as novas diretrizes estabelecidas pelo governo federal para a educação no Brasil.

Aliás, existem prazos para que elas consigam implementar todo o plano. A expectativa é que até 2022 a questão do aumento da carga horária mínima seja resolvida, por exemplo. A pandemia é um fator que pode acabar atrasando um pouco todo o processo, mas é fato que adaptações serão imprescindíveis e que o MEC (Ministério da Educação) vai cobrar que os planos sejam cumpridos em algum momento.

Logo, cada escola deve se organizar para fazer isso da melhor forma possível, sem prejudicar sua própria estrutura ou os alunos. Nesse sentido, a tecnologia se destaca como uma ferramenta importante, que auxilia na conquista dos resultados desejados.

8 mitos e verdades sobre o Novo Ensino Médio

5. Os professores não precisam se adaptar

Mito. É claro que, com tantas mudanças previstas, todos vão precisar se adaptar. Desde a gestão das escolas até os professores, alunos ou famílias que vão enfrentar uma nova rotina a partir dessa transformação.

Pensando nos docentes, é fundamental que eles se preparem para os novos desafios e se capacitem para ajudar cada vez mais seus alunos. O suporte da própria instituição e também do governo são recursos muito importantes nesse sentido para que o novo modelo funcione bem.

6. O Novo Ensino Médio incentiva o crescimento individual

Verdade. Estimular o protagonismo dos alunos já é um conceito bastante presente nos debates atuais sobre educação, especialmente com o surgimento de conceitos como a personalização e as metodologias ativas de aprendizagem.

A questão de flexibilizar o ensino e diferenciar os conteúdos oferecidos permite que os jovens tenham maior liberdade para escolher caminhos, sendo protagonistas de suas histórias.

Isso faz uma boa diferença na evolução pessoal de cada um, abrindo portas e incentivando o desenvolvimento de habilidades relacionadas com seus objetivos para o futuro.

7. Os professores não precisam mais de formação comprovada

Mito. Essa é uma confusão recorrente sobre as regras do Novo Ensino Médio. Ainda é necessário comprovar a qualificação para lecionar as disciplinas básicas, como Português, Geografia ou Física. O diploma de licenciatura continua sendo super-relevante no currículo dos professores.

Por outro lado, foi aprovado que pessoas com “notório saber” em determinadas áreas possam dar aulas no Ensino Médio, considerando os itinerários formativos relacionados à formação técnica ou profissional.

Então, um engenheiro ou administrador de negócios pode atuar como docente desde que tenha conhecimento e experiência no campo.

Isso deve ajudar a expandir as oportunidades de aprendizado dos estudantes, inclusive para que eles conheçam profissionais de diferentes carreiras. É a oportunidade de ter uma troca mais próxima antes mesmo de entrar no mercado de trabalho.

8. O ensino não presencial vai dominar

Mito. Esse é um comentário feito por muitas pessoas, mas que não corresponde à verdade. O ensino não presencial é uma possibilidade para as escolas no mundo em que vivemos hoje, só que apenas 20% da carga horária do ensino diurno pode ser oferecida nessa modalidade.

Como falamos, os recursos tecnológicos ajudam no aprendizado e proporcionam uma experiência diferenciada para os estudantes. Ou seja, eles não devem ser deixados de lado se oferecem benefícios.

Gostou de conhecer os mitos e verdades sobre o Novo Ensino Médio? Agora você já sabe mais detalhes sobre esse assunto e pode continuar acompanhando as mudanças que devem acontecer nos próximos meses. Fique de olho em materiais atualizados!

Quer saber também como facilitar a implementação do Novo Ensino Médio? A resposta é a Plataforma Eleva! Acesse nosso site para descobrir mais detalhes e entre em contato conosco se tiver qualquer dúvida.

8 mitos e verdades sobre o Novo Ensino Médio