motivar e engajar professores

A qualidade da educação passa, sem dúvida, pela figura do professor. É ele quem tem o contato direto com os alunos, engajando-os na busca pelo conhecimento. Um educador apático e distante de sua turma pode pôr tudo a perder. Então como a escola pode motivar e engajar professores?

Trabalhar nesse sentido deve ser uma missão da direção escolar, afinal, ensinar não é uma tarefa simples — é preciso envolver os estudantes, instigando sua curiosidade e o interesse pelo saber.

A boa notícia é que dá para motivar os educadores com 6 medidas práticas. Acompanhe nosso post e descubra como garantir uma rica experiência de aprendizagem para os alunos!

1. Faça reuniões com dinâmicas motivacionais

Promover o aprendizado é um desafio diário. Não é à toa que fatores como estresse, desmotivação e até frustração podem fazer parte da vida dos professores. Por isso, a escola deve se planejar e criar um calendário com reuniões periódicas.

No entanto, esses encontros não devem ser realizados para tratar de projetos pedagógicos ou outros assuntos do ambiente escolar — devem ser um momento de reflexão, para que o professor repense sobre a sua postura em sala de aula, suas dificuldades, pontos fortes e fracos.

Para isso, é interessante promover dinâmicas de grupo com atividades motivacionais, que levem o educador ao autoconhecimento e autocrítica. Abrir esse espaço pode ser interessante para que ele compartilhe experiências e se sinta mais próximo de outros professores e funcionários da escola.

As atividades desses encontros podem ser propostas por um psicólogo ou equipe de Recursos Humanos da própria instituição de ensino.

2. Ofereça uma boa estrutura de trabalho

Muitas vezes, os educadores estão animados para ensinar e têm boas ideias, mas a estrutura da sala de aula é precária. Imagine ter que lecionar sem os materiais necessários, com a lousa quebrada ou com as paredes e piso desgastados e sujos?

Isso certamente tira a atenção do educador e pode desmotivá-lo com o passar do tempo. Por essa razão, é obrigação da escola zelar pela infraestrutura do ambiente e pelo fornecimento de todos os materiais que o professor precisa para realizar seu trabalho com qualidade.

3. Invista em tecnologia

Atualmente, quando se fala em investimento na estrutura da instituição de ensino, deve-se incluir também os recursos tecnológicos. Dessa forma, uma maneira de motivar e engajar professores é também investir em tecnologia. O resultado são aulas mais dinâmicas e interativas, além do maior interesse do aluno pelas disciplinas — já que ele é um “nativo digital”.

No entanto, é preciso saber como usar esse tipo de recurso. Uma boa ideia é contar com plataformas inovadoras de ensino, que utilizam a tecnologia tanto para promover o aprendizado — permitindo uma maior participação dos alunos — como para que o professor consiga acompanhar o desempenho da turma e de cada estudante.

Outra questão relevante é a escolha do material didático, que deve ser contextualizado, ou seja, por meio de conteúdos voltados para problematização de situações reais, para que o educador consiga despertar o interesse do aluno. Com isso, as disciplinas deixam de ser algo distante e passam a fazer sentido para o estudante.

4. Promova treinamentos

É função da escola promover treinamentos para seus professores para que eles estejam alinhados com as metodologias utilizadas e para que acompanhem os avanços tecnológicos, que já são uma realidade em sala de aula.

Quando o educador se sente à vontade para lecionar — porque domina todos os recursos que a escola oferece — fica satisfeito com o trabalho, pois consegue envolver seus alunos e transmitir o conhecimento.

Adote ferramentas diferenciadas

Uma ferramenta eficaz que trabalha nesse sentido é o Eleva A+, que disponibiliza treinamentos com estratégias para o professor aplicar em sala de aula a fim de engajar toda a turma e até mesmo para resolver questões como indisciplina.

O Eleva A+ trabalha ainda com as “gravações de feedbacks”, um suporte personalizado em que o professor grava de 5 a 10 minutos de sua aula e recebe orientações do que precisa ser melhorado.

Disponibilizar treinamentos como esse é uma maneira de motivar e engajar professores, porque mostra que a escola está próxima de cada educador, investindo em seu aprimoramento.

5. Valorize os educadores

O Brasil tem fama de ser um país onde os professores são desvalorizados, mas você não deve levar essa ideia para dentro da sua instituição de ensino. O professor é quem está na linha de frente com os alunos e, portanto, precisa ser valorizado.

Além de bons salários e benefícios, deixe que esse profissional participe da direção escolar e dê autonomia para ele também dentro da sala de aula. É claro que há uma metodologia a ser seguida, mas o educador não precisa ficar “engessado” em algumas técnicas para conduzir seus alunos — pode inovar e conseguir bons resultados.

Estimule a criatividade e incentive a busca constante por capacitação. A área pedagógica é dinâmica e um professor que quer crescer na carreira não pode ficar parado. Deve realizar cursos de qualificação e atualização para aprimorar ainda mais seu trabalho.

6. Mantenha um diálogo transparente

Por fim, a escola deve deixar canais abertos de comunicação para os professores. Promova um diálogo transparente, deixe que eles tragam suas queixas, ideias e estimule o compartilhamento de experiências. Isso é benéfico não só para o educador, mas para todo o ambiente escolar.

É fundamental também que diretores e coordenadores deem feedback sobre o trabalho que o professor realiza, apontando caminhos para melhorias e elogiando ou premiando quando um projeto apresenta bons resultados.

A escola deve promover ainda o diálogo entre pais e professores, já que a família também participa da educação. Essa comunicação e contato mais próximo podem ajudar na resolução de conflitos ou ainda no momento em que um aluno está desmotivado com os estudos ou com problemas pessoais.

É importante que a direção escolar tenha um trabalho direcionado para motivar e engajar professores. Promover medidas como as que sugerimos acima vai impactar em todo o ciclo de trabalho da escola, garantindo a qualidade da educação.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e compartilhe essas ideias práticas para estimular os educadores nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This