Novo ensino médio e leitura

Novo ensino médio e leitura
6 minutos para ler

A proposta de transformação do Novo Ensino Médio preocupa-se com a formação de indivíduos autônomos, capazes de solucionar diversas demandas cotidianas com maior efetividade. A leitura é um dos elementos fundamentais para isso.

Afinal, por meio da leitura são estruturadas competências necessárias para o desenvolvimento dos estudantes. Entre elas, estão o estímulo à criatividade e ao pensamento crítico, assim como a construção de repertório e capital cultural.

Desse modo, a formação contempla a continuidade do ensino e a preparação para o mundo do trabalho e dos projetos de vida. No entanto, essa etapa de ensino ainda é um desafio para a educação brasileira, com altos índices de evasão escolar. Vamos entender qual é a relação entre Novo Ensino Médio e leitura? Continue acompanhando e confira!

Qual a relação entre formação integral, Novo Ensino Médio e leitura?

O Novo Ensino Médio tem como princípio a formação integral dos estudantes. Isso significa desenvolver habilidades e competências para múltiplas esferas da vida, como o campo profissional e pessoal.

Nesse sentido, a nova proposta sugere uma série de mudanças na estrutura escolar, com maior carga horária total, flexibilidade de ensino e, principalmente, liberdade de escolha por parte dos estudantes. Além disso, propõe a criação de itinerários formativos e desenvolvimento de um projeto de vida junto a cada estudante.

A leitura é uma ferramenta fundamental para combater problemas relacionados ao ensino, já que está atrelada ao desenvolvimento de habilidades socioemocionais. Dessa forma, a prática estimula a autonomia, o poder de escolha e expande o capital cultural de alunos em seu processo de formação.

Baixe também o eBook: Competências socioemocionais ― como a leitura pode ajudar seus alunos a se desenvolverem?

Por que engajar os jovens na leitura é tão desafiador?

Apesar de todos os benefícios mencionados, a leitura ainda é um entrave na educação brasileira. Dados da OCDE apontam que cerca de 50% dos brasileiros não atingiram os níveis mínimos de leitura esperados para um adulto após a conclusão da escola básica. Esse problema afeta a perspectiva de futuro no mercado de trabalho e de ingresso no Ensino Superior.

De fato, existe certa dificuldade em engajar os adolescentes no universo da leitura, e as razões são múltiplas. A falta de estímulo em casa e nos círculos sociais, a dificuldade com o vocabulário e a desconexão com o cotidiano são algumas delas. Portanto, é preciso que a leitura esteja conectada ao contexto do estudante.

A máxima de que os jovens não leem também pode ser contestada. Na realidade, a leitura é muito presente em seu cotidiano nas redes sociais e na web. Entretanto, o engajamento em textos literários é deficitário, o que faz com que o olhar crítico e a habilidade de transitar por diferentes gêneros e vocabulários não seja desenvolvida de forma eficaz.

Dominar a habilidade de leitura é um resultado de exercícios cotidianos combinados à forma como os textos literários são apresentados para os estudantes. Pensar em Novo Ensino Médio e leitura tem como objetivo construir o conhecimento em função dos projetos de vida individuais.

Novo ensino médio e leitura

Como aliar o Novo Ensino Médio à leitura?

A preocupação do Novo Ensino Médio com a formação integral gera a necessidade de pensarmos todos os campos da vida de forma objetiva. Assim, é preciso compreender quais habilidades são essenciais para a formação de indivíduos autônomos e participativos.

Como ferramenta, a leitura pode possibilitar esses exercícios ao desenvolver nos estudantes a capacidade de identificar e compreender diferentes esferas textuais com foco na sua realidade.

A leitura digital, por meio de aplicativos e da web, é um elemento-chave das sociedades atuais. Afinal, seu exercício facilita o acesso a diferentes tipos textuais e estimula a comunicação e interação com os conteúdos. Essa estratégia também prepara o jovem para lidar com o constante fluxo de informações que recebe.

O contato com textos da esfera jornalística é um forte aliado na hora de garantir o engajamento dos estudantes, porque esses conteúdos podem trazer temas relacionados ao cotidiano. Assim, é possível trabalhar gêneros como crônica, coluna de opinião etc. Além disso, também favorece a formação de leitores habituais e proporciona a educação midiática.

Por fim, ao trabalhar gêneros literários, é preciso contextualizá-los e abordá-los a partir de uma linguagem acessível para os próprios estudantes. Dessa forma, é possível relacionar a leitura e suas diversas esferas aos objetivos do Novo Ensino Médio.

Como a leitura pode fundamentar o Novo Ensino Médio?

O Novo Ensino Médio traz como foco a mudança da perspectiva de construção do conhecimento. Nele, os professores possibilitam múltiplas formações, às quais os estudantes podem recorrer de acordo com seus interesses e habilidades. Nesse sentido, a leitura é fator fundamental para concretizar esse projeto.

Um ponto central é a garantia da percepção de que o universo da leitura pode ser uma porta de entrada para seus próprios interesses.

O Novo Ensino Médio, que tem como característica o foco no aluno e na interatividade, pode utilizar a leitura e as plataformas digitais como instrumentos e partes do método de ensino. Os jovens precisam ser estimulados a entender, de maneira autônoma, os benefícios práticos do desenvolvimento da leitura para vida.

Por que trabalhar a leitura no Novo Ensino Médio com constância?

O Novo Ensino Médio, ainda em implementação, introduz uma série de mudanças na educação. Afinal, busca reforçar a construção de sentido no processo de ensino e aprendizagem para os estudantes. A leitura pode ser uma porta de entrada para a aproximação com os jovens e seus anseios, dúvidas e necessidades.

Mais do que isso, ela pode significar um espaço prazeroso de troca para além do letramento e da alfabetização. Aproxime-se da cultura do seu aluno e esteja, acima de tudo, pronto para lidar com os percalços do caminho. A formação de uma cultura leitora exige permanência e constância. Não desista no meio do caminho!

Conheça a Árvore!

A Árvore é uma edtech com soluções digitais de leitura para escolas de todo Brasil. Com os selos Árvore Livros e Árvore Atualidades, oferece mais 35 mil obras literárias e conteúdos de atualidade para alunos e professores que utilizam a plataforma.

Quer conhecer mais sobre a Árvore e como desenvolver projetos voltados para Novo Ensino Médio e leitura? Acesse o site e veja quem somos!