Qual o papel da educação na formação do cidadão, afinal?

Qual o papel da educação na formação do cidadão, afinal?
7 minutos para ler

Entender a fundo o papel da educação na formação do cidadão é imprescindível para construir uma sociedade mais funcional, com pessoas plenamente conscientes sobre os seus direitos e deveres e com maior igualdade. Afinal de contas, a escola oferece ferramentas e conhecimentos que promovem o desenvolvimento da moral e ética dos estudantes.

Ao contrário do que muita gente pense, a educação não serve apenas para transmitir saberes intelectuais, já que ajuda a direcionar os comportamentos da criança e adolescente. Quando essa área de um país falha, a tendência é que o restante da sociedade também falhe. Neste post, vamos mostrar como a educação influencia na formação do ser humano e da comunidade ao seu redor. Continue a leitura para se aprofundar no assunto!

Qual a importância da educação para a sociedade?

Primeiramente, é necessário lembrar que a educação é um direito do ser humano, que no Brasil é garantido pela Constituição Federal, e está mais especificamente no artigo 205. Ela permite o desenvolvimento dos indivíduos a partir do ensino e da aprendizagem, com a finalidade potencializar a sua capacidade intelectual, se baseando em ações associadas ao ambiente escolar, familiar e social.

A educação não se restringe à transmissão de conhecimentos, haja vista que utiliza mecanismos que ajudam os alunos a ter mais autonomia e aprimorar o seu senso crítico, além de atuar no aperfeiçoamento de uma série de habilidades e competências úteis na vida pessoal e profissional.

Na sociedade contemporânea globalizada, as transformações sociais, econômicas, tecnológicas e culturais acontecem em uma velocidade cada vez maior. Com isso, a educação se torna ainda mais relevante para que as pessoas possam entender, se adequar e interagir com as mudanças que ocorrem no mundo, bem como criar e aproveitar oportunidades.

Além disso, o acesso à educação é substancial para que o cidadão conheça os seus direitos e deveres, tornando-se mais consciente e tolerante sobre as questões sociais. O desconhecimento desses direitos pode acarretar diversos problemas, sendo que um dos principais é a exclusão das minorias.

De que forma a falta de qualidade na educação nos afeta?

Quanto mais uma pessoa avança na sua educação, mais facilidade terá para conviver em harmonia na comunidade em que habita e mais oportunidades encontrará em seu caminho. No campo profissional, a instrução e qualificação aumenta as chances de construir uma carreira profissional de sucesso.

De acordo com um estudo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), os adultos que fizeram apenas o Ensino Fundamental ganham cerca de 62% do salário de quem concluiu o Ensino Médio. Enquanto aqueles que têm um diploma de graduação recebem 235% a mais do que as pessoas que se formaram somente no colegial. Isso também favorece o desenvolvimento e crescimento da economia do país.

Outra questão que merece destaque é o fato de a educação ser uma poderosa ferramenta para combater a violência. Uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que para cada 1% a mais de jovens entre 15 e 17 anos matriculados na escola, há uma diminuição de 2% na taxa de homicídios nos municípios.

Como a educação impacta a formação do cidadão?

As instituições de ensino fazem uso de uma série de recursos e práticas que combinam o ensino de conteúdos alinhado a valores éticos, além de trabalhar o autoconhecimento e aperfeiçoamento do comportamento social do aluno. Descubra como a educação impacta positivamente a formação do cidadão.

Qual o papel da educação na formação do cidadão, afinal?

Promove o desenvolvimento da individualidade

Vale ressaltar que a escola é o primeiro ambiente de socialização que a criança tem acesso depois da sua família, ajudando a construir a sua personalidade. Ao ingressar na comunidade escolar, o aluno inicia a construção das suas próprias ideias e personalidade, ou seja, da sua individualidade, o que também resulta no ganho de autonomia tanto para realizar as suas atividades quanto para tomar decisões.

Ajuda na construção do pensamento crítico

A partir da consolidação dos aprendizados básicos a respeito de como a sociedade funciona, a instituição de ensino ajuda a estimular o pensamento crítico, assegurando ao estudante a capacidade de interpretar, assimilar e debater sobre os assuntos sociais, tendo como base ideias bem embasadas e fundamentadas.

Estimula o respeito às pessoas e ética

O respeito é crucial para o estabelecimento da tolerância. Por meio da convivência com a diversidade encontrada na escola e de ações específicas que abordam o tema, o estudante entende a importância de respeitar as pessoas e as suas diferenças.

Nesse campo, a educação também fala de valores éticos, tratando dos princípios adequados para todas as áreas da vida. Desse modo, o discente aprende a agir eticamente não só dentro da escola, mas também em todos os ambientes dos quais participa.

Trabalha a coletividade

Durante toda a sua trajetória acadêmica, o educando terá que viver com comunidade, dialogando e trabalhando em equipe com os seus colegas de classe. Isso desperta no jovem o espírito de coletividade, fazendo com que aprenda a necessidade das relações e interações interpessoais, e da união para a resolução de problemas.

Incentiva o exercício da cidadania

A cidadania está alicerçada na compreensão dos nossos deveres e direitos em sociedade, como o acesso à educação, zelo pelo patrimônio público, exercício da democracia e voto, entre outras questões. Levando isso em consideração, as escolas oferecem diversos projetos que incentivam ações de cidadania, preparando os discentes para participar mais das políticas públicas.

Como a escola e professores podem oferecer uma educação de qualidade?

O processo educacional só é realmente transformador quando a escola e os professores oferecem uma educação de boa qualidade, que seja aplicada com compromisso e igualdade, a fim de garantir que todas crianças e adolescentes possam usufruir desse direto nas melhores condições possíveis.

Para tanto, é preciso que o sistema de ensino e os seus agentes identifiquem e se adequem às demandas sociais da atualidade, trazendo para dentro da sala de aula práticas inovadoras e que sejam capazes de estimular o desenvolvimento das competências e habilidades condizentes com vida cidadã.

Nesse sentido, as escolas mais modernas estão priorizando a formação integral, além de investir em metodologias ativas combinadas com o uso de tecnologias específicas para a aprendizagem e a implementação das novas diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o que possibilita aos discentes trabalhar os seus aspectos intelectuais, comportamentais, emocionais, artísticos, esportivos e sociais.

Como ficou evidente, o papel da educação na formação do cidadão é vital para a construção de uma sociedade melhor, uma vez que torna o mundo mais inclusivo e democrático. A adoção de uma plataforma de ensino, como a desenvolvida pela Eleva, facilita esse processo, pois ela é focada em formar cidadãos completos, que tenham habilidades acadêmicas e socioemocionais, orientados por valores democráticos, pela cidadania digital e empreendedorismo social — fatores indispensáveis para que o estudante entenda e assuma as suas responsabilidades sociais.

Quer conhecer mais sobre as nossas soluções? Entre em contato com a Plataforma Eleva Educação e saiba como ajudamos a sua escola a formar cidadãos mais bem preparados para a vida dentro e fora da sala de aula!

Qual o papel da educação na formação do cidadão, afinal?