Tecnologias como ferramenta de aprendizagem: o que funciona de verdade

tecnologia
6 minutos para ler

A tecnologia como ferramenta de aprendizagem é uma realidade inevitável no universo da educação. Quando consideramos que a maior parte dos alunos da atualidade é nativa digital — nasceu e cresceu com o digital presente em suas vidas —, fica cada vez mais clara a importância de trazer os recursos tecnológicos ao cotidiano escolar como forma de criar engajamento com o conteúdo, aumentar o dinamismo nos estudos e, é claro, tornar o processo de ensino mais atrativo, sem perder a qualidade.

Foi pensando nisso que, neste post, não só falaremos mais sobre o uso da tecnologia como ferramenta de aprendizagem, como também traremos exemplos de tendências que vêm gerando resultados positivos. A seguir, você aprenderá mais sobre:

  • gamificação;
  • realidade virtual e aumentada;
  • livros digitais (e-books);
  • aplicativos;
  • nuvem.

O objetivo é que você consiga identificar os recursos que podem integrar a realidade da sua escola, beneficiando alunos e professores. Vamos acompanhar?

A importância da tecnologia como ferramenta de aprendizagem

Se antigamente o uso da tecnologia no ambiente escolar era visto com resistência por parte dos educadores e das instituições, hoje, a realidade é completamente diferente. Diante das demandas do mundo moderno, foi necessário que os educadores passassem a repensar o modelo tradicional de ensino — que foca no professor como único detentor do conhecimento e em uma dinâmica de aula com a qual já estamos familiarizados.

Em uma realidade na qual as crianças e adolescentes já nasceram em meio à tecnologia, utilizando-a de forma ativa no dia a dia, ignorar sua presença no contexto da educação já não faz mais sentido. Foi preciso entender que, quando aplicada da maneira correta, ela não é inimiga, mas sim aliada da aprendizagem. Investir no uso de recursos digitais em sala e conteúdos interativos torna o processo de aprendizagem mais atrativo, desperta a curiosidade dos estudantes em aprender coisas novas e coloca-os em posição de protagonismo nos estudos.

Vale destacar que, diante da pandemia da Covid-19, a tecnologia como ferramenta de aprendizagem ganhou ainda mais espaço e reconhecimento por toda a sociedade. Com o distanciamento social, a transmissão do conteúdo passou a acontecer de maneira remota, e os alunos precisaram adotar uma postura mais autônoma e proativa quanto à busca pelo conhecimento. A tendência é que, como o “novo normal“, as experiências adquiridas durante o período continuem fazendo parte dos processos de ensino e aprendizado.

As principais tecnologias utilizadas na educação

Agora que você já entende o papel da tecnologia como aliada da educação, veja quais são algumas das ferramentas mais utilizadas nos processos de ensino e aprendizado atualmente.

Gamificação

A gamificação é um recurso que consiste no uso da lógica dos games para a transmissão de conteúdos. Nesse sentido, elementos como desafios, recompensas e mudanças de fase são empregados para tornar o aprendizado mais dinâmico e, por que não, interessante e divertido. A ideia é que os alunos absorvam as informações de forma leve e ao mesmo tempo eficaz, estimulando-os até mesmo a irem além e aprofundarem seus conhecimentos fora de sala de aula.

Realidade virtual e aumentada

A realidade virtual (RV) corresponde à criação de uma experiência imersiva em outro mundo, com o auxílio de um dispositivo que funciona como um par de óculos especial. Crianças e adolescentes são naturalmente atraídos por esse tipo de tecnologia, por isso, trazê-la para a escola é uma forma de proporcionar vivências diferenciadas que ficarão na memória dos alunos — logo, contribuindo também para a fixação do conteúdo!

Já a realidade aumentada (RA) funciona de maneira inversa, trazendo para o mundo real recursos holográficos. Trata-se de uma ferramenta eficiente para potencializar o aprendizado, afinal, poder visualizar o conteúdo por meio de elementos como projeções animadas facilita a compreensão da informação. Interessante, não?

Livros digitais

Obviamente, os livros de papel têm e sempre terão seu valor. No entanto, é impossível relevar a praticidade e a relevância dos livros digitais (e-books), especialmente quando o assunto é tecnologia como ferramenta de aprendizado. O formato ganhou muita força na última década, com vários títulos disponibilizados para os mais diferentes tipos de e-readers (dispositivos para leitura digital).

Cabe citar que o mercado de e-readers vem lançando dispositivos cada vez mais acessíveis, portanto, trazê-los para a sua escola é uma forma de chamar a atenção dos alunos e promover a leitura entre eles. Além disso, os e-books costumam ofertar recursos complementares à leitura que não existem nos livros de papel, como animações, jogos e demais elementos interativos para engajar o leitor ao conteúdo.

Aplicativos

Difícil encontrar quem não utiliza pelo menos um aplicativo no dia a dia. Seja para acessar as redes sociais, seja para exercer tarefas cotidianas como consultar uma agenda, marcar compromissos, pedir refeições, assistir vídeos ou até mesmo trocar mensagens de texto. O que queremos dizer é que, se já são tão presentes no cotidiano atual, por que não usar os apps também em um contexto educativo?

Sim, os aplicativos voltados para a educação existem, e tratam dos mais diversos temas e matérias. A ideia é que os professores utilizem-nos junto aos alunos em sala para reforçar a fixação do conteúdo e diferenciar a dinâmica das aulas.

Nuvem

A nuvem é um sistema de armazenamento que permite ao usuário salvar dados e arquivos de modo remoto, além de acessá-los a qualquer hora, dispositivo e lugar. Trata-se de um ótimo exemplo de uso da tecnologia como ferramenta de aprendizagem já que, por meio dela, alunos e professores podem criar, armazenar e compartilhar apresentações, planilhas, documentos, projetos e até mesmo aulas.

O Google Drive é um recurso de nuvem bastante utilizado e que pode passar a fazer parte do cotidiano escolar. O professor pode deixar por lá documentos com informações importantes a serem consultadas pelos alunos em seus estudos, além de outros arquivos complementares como vídeos, podcasts, jogos etc que os incentivem a interagir com o conteúdo fora da sala de aula.

Como foi possível perceber, o presente e o futuro da educação estão diretamente relacionados à tecnologia como ferramenta de aprendizagem. Recursos e tendências como os listados no post têm ajudado bastante as escolas e os educadores a se conectarem à realidade dos alunos, potencializando a eficácia dos processos pedagógicos e fazendo a diferença no ambiente escolar.

Que tal conhecer um sistema de ensino que tem como um de seus pilares a tecnologia empregada à educação? Entre em contato conosco e veja como a Plataforma de Ensino Eleva é uma ótima solução para sua escola!

Tecnologias como ferramenta de aprendizagem: o que funciona de verdade